AMOR (INIMIGOS) E POSSIBILIDADES. 

  
AMAR OS INIMIGOS
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Vós ouvistes o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente!’
Eu, porém, vos digo: Não enfrenteis quem é malvado! Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda!
Se alguém quiser abrir um processo para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto!
Se alguém te forçar a andar um quilômetro, caminha dois com ele!
Dá a quem te pedir e não vires as costas a quem te pede emprestado.
Vós ouvistes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!’
Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem! 45Assim, vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons, e faz cair a chuva sobre justos e injustos.
Porque, se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa?
E se saudais somente os vossos irmãos, o que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa?
Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito!”
A física quântica proporciona uma compreensão ampla e expandida desses ensinamentos quando valida a possibilidade de comunicação entre o transcendente e o manifesto. A realidade ocorre em dois domínios: possibilidades e fato manifesto e a consciência é a intermediária. Compreender o mundo transcendente, o mundo do inconsciente, onde não há a cisão sujeito-objeto e, portanto, sem percepção-plena, permite um aumento das possibilidades inconscientes para escolha da consciência.
Estamos em um processo evolutivo cujo propósito é sairmos de um estado de ignorância para atingirmos um estado de sabedoria. Vivemos sob um claustro de consciência baseado no EGO que possui filtros diversos que nos faz enxergar aquilo que queremos enxergar. Temos nossos hábitos, nossos sistemas de crenças, nossos dogmas, nossos condicionamentos que fazem com que nossa consciência apresente um aparente “controle” sobre as coisas, sobre os objetos do universo. Esse “controle” exercido pelo EGO cria uma padrão vibratório, gera uma informação, uma percepção própria que interfere inclusive em nossa biologia, em nossas células, além do nosso comportamento. As percepções controlam o comportamento. As percepções controlam a biologia. Quem controla as percepções?
O mundo externo, aparentemente percebido como separado, está envolvido por uma rede interconectada de informações cuja consciência tem acesso de acordo com seus filtros, de acordo com suas crenças, e as percepções são controladas pelo sistema de crenças. Percebemos e cocriamos a realidade baseado nesse sistema de crença que fora adquirido e construído através das diversas experiências que vivenciamos na trajetória da vida. Esses hábitos e condicionamentos foram adquiridos pelos significados equivocados e falhos que a mente proporcionou baseada nos contextos fornecidos pelo corpo supramental, mundo dos valores e intuições. Como podemos dizer não aos hábitos e condicionamentos? Prestando atenção em nossos conflitos! Fornecendo novos contextos para que a mente dê novos significados e a solução do conflito emerge em um insight criativo.
Os conflitos são eventos naturais designados para facilitar um alto nível de mudanças da consciência no corpo supramental. Esses conflitos quando solucionados adquire-se uma sabedoria e gera um crescimento, uma experiência. Temos muitos ferimentos não entendidos ou não resolvidos produzindo alguns complexos. Tentamos nossa vida toda “curar” esses ferimentos com alguns escapismos: álcool, fumo, drogas, vícios, comportamentos destrutivos e distorções sexuais.
A solução dos conflitos permite uma certa iluminação pessoal, literalmente. A física quântica é encantadora! Pensando em padrões vibratórios, tudo no universo são ondas vibratórias de possibilidades. Nossas células tem um padrão vibratório particular em torno de 10 seguidos de 11 zeros hertz. Essa seria a vibração de uma célula saudável. Tudo aquilo que desenvolvemos pelos nossos filtros, ao acessar essa rede interconectada de informações, tiram nossas células dessa padrão vibratório saudável possibilitando o aparecimento de doenças e/ou outros desequilíbrios. Quando solucionamos nossos conflitos, nossas células retornam ao padrão vibratório saudável, iluminando-se através dos biofotons, e a cura tem oportunidade de frequentar nossa vida.
Abraços fraternos.

Dr Milton Moura

One thought on “AMOR (INIMIGOS) E POSSIBILIDADES. 

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s